Galeria, Molly

Últimas patadas no Brasil

10 junho, 2015 • By

Tantas foram às vezes que eu queria que a Molly entendesse português.

Como no dia que ela comeu o controle do Playstation.

“Molly, vamos conversar? Estou bem chateado com seu ultimo comportamento. Sabe, este negócio que você destruiu era meu e muito caro. Que isto não se repita”

Se ela entendesse não teria acontecido o que aconteceu uma semana depois. Ela repetiu.

Meu controle do Wii foi pro saco.

Mas hoje foi um dia está falta de comunicação fez mais falta.

Queria falar para ela aproveitar seu último passeio por estas terras, para curtir este solzinho de inverno, aproveitar a companhia do labrador Tobias. Enfim, aproveite o máximo que você pode porque daqui a 24 horas você será trancafiada em uma caixa (Aquela que você já tem suspeitas) por 12 horas.

Mas em sua inocência ela não entendeu.

Continuou correndo atrás de frisbee, roubando bolas de outros cachorros e buscando ficar o mais imunda possível como todos os dias, sem a preocupação com o amanha.

A ignorância é uma benção.