Fatos

Que a Rainha se prepare. A Molly chegou

17 junho, 2015 • By

Finalmente a jornada da Molly chega ao fim.

Como acompanharam, foram dias de stress, noite mal dormidas e negociações internacionais.

Acredito que houve alguns heróis nesta história toda, e devo confessar que mesmo puto com a Lufthansa, não posso negar que parte desses heróis fazem parte da companhia.

Meus cunhados e minha esposa conseguiram das autoridades britânicas a autorização para o envio da Molly utilizando somente as cópias dos documentos extraviados.

Como? Apelando e acreditando que o lado bom humano consegue se sobressair ao lado burocrático das organizações.

As autoridades se sensibilizaram com as lágrimas da Guacyra e deram as devidas autorizações.

Minha esposa me ligou às 6 da manha dessa segunda feira dando a notícia. A partir daí foi uma força tarefa com todos os envolvidos. Liguei para a veterinária da Molly ficar atenta a seus e-mails pois as autoridades inglesas iriam contata-la e depois liguei para a Lufthansa em Frankfurt.

Lá eles montaram um processo interligando veterinários, agentes aduaneiros, agentes internos, todo um batalhão a postos para uma missão: Levar Molly a Londres.

Às 9 horas da manha eu ligo novamente para a companhia e recebo a seguinte mensagem.

Molly flight is booked! She is going home in a just a few hours.

Eu não me considero uma pessoa fria, mas nunca chorei por alegria. Não chorei neste momento, mas bateu na trave. Meu corpo que há dias estava tenso relaxou ao ouvir a resposta com sotaque alemão.

Como combinado, Molly pousou em terras britânicas neste mesmo dia. Ainda teve que passar uma noite no aeroporto, pois lagrimas tem o poder de afrouxar regras, mas não de corrompê-las, portanto existiam algumas regras que até mesmo minha tímida Border Collie tinha que enfrentar.

No dia 16 finalmente os dois grandes amores da minha vida se encontram. Molly e Guacyra fizeram contato.

Segundo o que me foi reportado, ela estava assustada, alerta e cansada. Ou seja, nada menos que o esperado.

Depois de uma noite de sono tranquila, ela acorda a 5:30 da manha e minha esposa a leva para passear pela primeira vez.

Agora o próximo desafio é minha esposa conseguir dormir. Os desafios nunca acabam nesta jornada.